Geral

  • Montagem de Hair no Espírito Santo celebra os 50 anos do movimento hippie

    Publicado em: 23/10/2017 15:13
     Montagem de Hair no Espírito Santo celebra os 50 anos do movimento hippie
    O musical Hair é, sem dúvida, um dos maiores clássicos da Broadway. Escrito por James Rado e Gerome Ragni e harmonizado musicalmente por Galt MacDermot, estreou em 1968, tornando-se um fenômeno. Em 1979 uma releitura dirigida por Milos Forman chega à tela dos cinemas sendo um sucesso de bilheteria mundial. Em Vitória, o espetáculo será apresentado nos dias 07, 12 e 16  de novembro, no Centro Cultural Sesc Glória.

    Elaine Rowena, André Prando e Ângelo Jantorno formam o trio central  do espetáculo, que terá em cena 18 solistas, um coral de 32 pessoas, 16 bailarinos e quatro pessoas de circo. O evento traz como diferencial todas as canções em inglês e os diálogos teatrais em língua portuguesa. Fruto da contracultura hippie e da revolução sexual dos anos 60, o musical traz em seu enredo a história de um jovem convocado para a Guerra do Vietnã chamado Claude Hooper Bukowsky e seus amigos George Berger - o modelo de liberdade e a ativista política Sheila Franklin. As ações acontecem na chamada Tribo, uma comunidade de hippies cabeludos que viviam em Nova Iorque e lutavam pela liberdade, igualdade e paz, acreditando na chegada de um momento diferencial, A Era de Aquário.

    Hair tem a direção geral de Elaine Rowena junto com Ângelo Jantorno, direção musical de Vandaluz Júnior, regência e preparação de coro do maestro Cláudio Modesto com a assistência do regente Rony Ribeiro. Vlad Castiglione assina a iluminação e Felipe Capixaba o cenário virtual. Coreografias de Lalau Martins.


    Assessoria de Comunicação e Eventos
    Tatiana Paysan
    comunicação@fames.es.gov.br

    Compartilhar