• Amanhã é o último dia de inscrição para professor na Faculdade de Música

    Publicado em: 23/02/2005 16:10
    O prazo de inscrição no processo seletivo para contratação temporária de professores (DTs) pela Faculdade de Música do Espírito Santo (Fames) termina nesta quinta-feira (24). A validade do contrato de trabalho será por um período não excedente a 12 meses. Todas as informações referentes ao processo seletivo estão publicadas no site da Faculdade www.fames.es.gov.br e na secretaria da instituição. Ao todo, são oferecidas 50 vagas para professores de Canto, Clarineta, Flauta Transversal, Piano, Tuba, Trombone, Saxofone, Trompete, Viola, Violino, Violão, Violoncelo, Piano Popular, Transposição e Acompanhamento, Música de Câmera, Prática de Conjunto, História da Arte, Canto Coral, Musicalização Infantil, Teoria e Percepção Musical, Violão e Guitarra Popular. As atribuições dos professores contratados são: ministrar aulas nos cursos de graduação e em cursos livres de formação musical oferecidos pela faculdade, além de participar de atividades extracurriculares e pedagógicas promovidas pela Fames. O processo seletivo será realizado em etapa única, que se dará mediante contagem de pontos no limite máximo de 100. Os candidatos serão avaliados em duas categorias: títulos e tempo de serviço. Os classificados com maior pontuação serão contratados para ministrar aulas no curso de graduação em Música oferecido pela Fames. A documentação e o requerimento de inscrição deverão ser remetidos via Correios, por AR, (Aviso de Recebimento) para Faculdade de Música do Espírito Santo, que funciona na avenida Princesa Isabel, nº. 610, Centro, Vitória/ES, Cep: 29010-360. Reestruturação Em dezembro de 2004, o Governo do Estado homologou a lei que reorganiza a estrutura básica da Faculdade de Música. Com isso, a Fames passa por uma reestruturação organizacional que inclui a criação de novos cargos para dar suporte ao crescimento que a faculdade está vivenciando e, que proporcionará a capacitação de seus professores, atendendo às determinações do MEC. Além disso, prevê a criação de um plano de carreira para os funcionários efetivos da faculdade. A Escola de Música teve sua nomenclatura mudada para Faculdade de Música do Espírito Santo em março de 2004, através da Lei Complementar número 282. Esta lei também legalizou os cursos de graduação que há dez anos estavam irregulares perante as normas do Ministério da Educação. E, criou o curso de Bacharelado em Música com habilitação em Composição, Musicoterapia, Regência e Música Moderna.
    Compartilhar